ptzh-CNenfrdeitrues

Pós-graduação em Diversidade nas escolas: operacionalização do Decreto-Lei 54/2018

Candidatura online
Duração: 120h
Inscrição: até 31 de agosto de 2020
Inicio: 11 de setembro de 2020
Fim: 19 de dezembro de 2020

* Aguardar acreditação pelo conselho científico da formação contínua

Direção / coordenação

Isabel Sanches

Apresentação

Qualquer mudança legislativa tende, na generalidade, a colocar algumas dúvidas e a gerar diversas interpretações. No caso do Decreto Lei 54/2018, de 06 de julho, pelo impacto direto e imediato que tem em cada umas das organizações escolares, essas dúvidas e variedade de interpretações tem vindo a criar alguma tensão no que se refere ao racional teórico, mas sobretudo no que respeita à operacionalização coerente das diversas perspetivas teóricas contidas no normativo.

O Decreto Lei 54/2018, na sua relação com o Decreto Lei 55/2018, ambos de 06 de julho, atualiza alguns princípios organizativos e orientadores do nosso sistema educativo, mas também introduz novas conceções que se têm vindo a afirmar a nível internacional e procede a (re)interpretações muito próprias em algumas perspetivas teóricas. É sabido que, por princípio, a definição dos conceitos reflete a compreensão dos mesmos e afeta a sua operacionalização.  Diferentes significados criam tensões e podem criar entropias que funcionam como barreiras a qualquer mudança desejada e expetável. Sistematizar e discutir criticamente os diferentes entendimentos envolvidos, tanto no plano teórico como prático, parece-nos representar uma riqueza na operacionalização do prescrito na norma e, neste caso concreto, na qualificação das respostas à diversidade da população escolar bem como da diversidade das culturas e políticas que representa cada uma das organizações escolares.

A publicação do decreto Lei 54/2018 cria novos desafios às escolas bem como cria oportunidades para a operacionalização de alguns processos com vista à (re)organização de repostas à diversidade de alunos. Para esta operacionalização é fundamental a proatividade reflexiva e crítica de todos os agentes educativos, mas sobretudo dos Professores.

Objetivos

  • Promover o enquadramento da publicação do Decreto Lei 54/2018 e do Decreto Lei 55/2018, de 06 de julho, numa lógica evolutiva por relação com anteriores diplomas legislativos e no concreto do sistema Educativo Português, numa perspetiva filosófica, histórica, económica e sócio cultural.
  • Desencadear a reflexão crítica das principais linhas conceptuais inerentes ao Decreto Lei 54/2018, colocando a ênfase em oportunidades críticas para a sua operacionalização em contexto concreto.

Estudos Futuros

Mestrados em Educação; Mestrados em Educação Especial e em Serviço Social

Competências

  • Analisar criticamente os principais conceitos, modelos de desenvolvimento e perspetivas teóricas relacionadas com os seguintes modelos de ação: Multiníveis, Diferenciação Pedagógica e Desenho Universal para a aprendizagem.
  • Elaborar instrumentos/documentos de ação, nomeadamente no que respeita a quadros pedagógicos concretos bem como da sua monitorização de modo a fortalecer práticas e políticas de resposta à diversidade das populações escolares que, pela sua disseminação, se (re)organizem em culturas Inclusivas.
  • Estabelecer de forma critica e funcional estratégias e métodos de organização do ambiente educativo potenciando a equidade e as aprendizagens de todos os alunos.

Destinatários

Podem candidatar-se ao ciclo de estudos:

  • Professores e Educadores de Infância
  • Licenciados que se interessam por estas questões educativas

Condições de Acesso

Licenciatura

Plano de Estudos

Designação ECTS
I - Educação inclusiva: conceptualização e enquadramento legislativo
4
II - Educação para a Diversidade: operacionalização dos pressupostos normativos 8
III - Operacionalização do Modelo Multiníveis e Trabalho em equipa 4
IV - Seminário 2

Calendários escolares

Instalações onde decorrem as aulas:

IPLUSO Rua do Telhal aos Olivais n8 - 8a / 1950-396 Lisboa:

  • ERISA – Escola Superior de Saúde Ribeiro Sanches
  • ESCAD – Escola Superior de Ciências da Administração

IPLUSO Campo Grande 400 / 1700- 137 Lisboa:

  • ESEL – Escola de Educação da Lusofonia
  • ECIA – Escola Superior de Comunicação, Inovação e Artes
  • EET – Escola Superior de Engenharia e Tecnologias
  • ESPA – Escola Superior de Saúde, Proteção e Bem-Estar Animal

Valores

  • Candidatura
    Matrícula e Inscrição 182€
    Seguro Escolar
    (cursos área saúde)
    45€
    (45€)
  • Propinas
    Propina mensal 192€
Consulte a Política de Privacidade em vigor no Ipluso.
Direitos de autor © 2021 IPLUSO. Todos os direitos reservados. Gestão de conteúdos por Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.